O CredifilEmpréstimosCartão de CréditoCréditoFinanciamentoRefin.Consórcios

Financiamento Estudantil

Com um financiamento estudantil é possível se matricular na faculdade e pagar depois de se formar.


Com o financiamento estudantil a possibilidade de obter um título superior se tornou mais real para muitos jovens do país. Essa modalidade de financiamento tem como propósito financiar o pagamento da faculdade de um jovem e, mais tarde ou mesmo durante o curso, o jovem pagar o valor emprestado. Para quem pegou o empréstimo, a possibilidade de pagar o financiamento estudantil contratado após o término da faculdade se torna mais real, uma vez que um diploma universitário reposiciona o jovem no mercado de trabalho.

Quais as opções?

O financiamento estudantil está em crescimento e já existem várias opções para quem quer obter um. A principal e a primeira a ser criada é o FIES, programa do governo que financia a juros abaixo do mercado. Como não há vagas para todo mundo, bancos e outras instituições entraram com força nesse tipo de crédito.

Para saber que empréstimo pegar, deve-se pesquisar bastante, pois os juros para financiamento estudantil variam dependendo dos bancos, mesmo para perfis parecidos. Em geral as condições são parecidas às do FIES, financiando metade do valor da mensalidade e os alunos só pagam depois que terminam a faculdade (e se pagam durante, pagam menos do que seria a mensalidade). Entre os bancos que trabalham com esse tipo de produto, estão o Santander e o Itaú. Vale lembrar que o banco deve ter convênio com a faculdade ou universidade para que o aluno possa obter o financiamento e que a maioria exige fiador ou avalista.

Vantagens

- O financiamento estudantil dá maior acesso ao ensino superior

- Os juros oferecidos estão abaixo dos juros do mercado em geral

- O prazo para pagamento está de acordo com a meta do aluno de receber melhores salários após o recebimento do diploma
» Voltar

Outros Temas


Brasil