O CredifilEmpréstimosCartão de CréditoCréditoFinanciamentoRefin.Consórcios

Juros bancários não acompanham Selic - 15/07/2012

As taxas de juros dos bancos não estão acompanhando a redução dos juros feita pelo Banco Central


por Marco Henrique Torres

A Fundação Procon de São Paulo anunciou em pesquisa que os juros bancários não acompanharam a tendência da taxa Selic, tendo redução significativamente menor que a redução da taxa Selic desde agosto de 2011. Enquanto a taxa Selica sofreu redução de mais de 32%, enquanto as taxas médias de empréstimo pessoal e cheque especial não foram reduzidas em mais de 9%.

A redução da Selic é parte da política do governo de induzir o crescimento através do consumo, esperando que o crédito mais barato leve a população a tomar empréstimos. No entanto, os bancos, com medo de perderem o controle sobre o risco de suas carteiras, não tem seguido a tendência na intensidade esperada. A comparação é clara, mostrando grande defasagem entre as variações da taxa Selic e dos juros cobrados pelos bancos.

Outro ponto importante sobre o setor bancário no mesmo período é o aumento das tarifas bancárias, o que leva a muitas reclamações de consumidores em órgãos de defesa do consumidor. O principal problema, aponta o Procon São Paulo, é o fato de os consumidores não terem suficiente informação sobre as tarifas cobradas por bancos e outras instituições quando assinam contratos envolvendo produtos financeiros.

A dica para o consumidor que está precisando de crédito é sempre estar atento e disposto a saber mais sobre o contrato que está assumindo com a prestadora de serviços financeiros. Quando for tomar um empréstimo pessoal, por exemplo, vale perguntar quais são as tarifas cobradas e ver em que banco ou financeira os juros serão mais baixos.


» Voltar

Outros Temas


Brasil