O CredifilEmpréstimosCartão de CréditoCréditoFinanciamentoRefin.Consórcios

Credito consignado caiu quase 10% em junho - 30/07/2012

Dados divulgados pela Previdência Social mostraram queda de 9,08% no número de operações de crédito consignado no mês de junho, se comparado com o maio.


Dados divulgados pela Previdência Social mostraram queda de 9,08% no número de operações de crédito consignado no mês de junho, se comparado com o maio. Em montante, as operações apresentaram queda de 4,88%, indo de R$ 2,904 bilhões em maio, para R$ 2,763 bilhões em junho.



Quanto à divisão do crédito consignado, os empréstimos pessoais consignados somaram R$ 2,76 bilhões emprestados em 796.466 operações, 15,88% acima do que o registrado no mesmo mês do ano anterior. Já em número de operações, houve diminuição de 2,64% de um ano para o outro.

As operações de cartão de crédito voltado ao mercado de consignados houve queda em junho deste ano em relação ao mesmo mês de 2011. O valor das operações foi de R$ 313 mil, 89,345 menor do que o ano anterior. Já o número de contratos foi bem menor, com diminuição de 94,12%.

A pesquisa revelou também o perfil de renda dos beneficiados da Previdência Social que tomaram crédito consignado. Em junho de 2012, somando as operações de empréstimo consignado e cartão de crédito consignado, houve 433.555 operações de aposentados e pensionistas que recebem até um salário mínimo, respondendo por R$ 1,065 bilhão de reais. O montante médio tomado por esses clientes foi de R$ 2.457,69.

Já na faixa salarial de um a três salários mínimos, o montante médio foi de R$ 3.747,76, respondendo por R$ 943 milhões de reais em empréstimos. Na faixa salarial acima de três salários mínimos, o valor médio dos empréstimos foi de R$ 6.761,19, totalizando R$ 755 milhões de reais em empréstimos.



» Voltar

Outros Temas


Brasil