O CredifilEmpréstimosCartão de CréditoCréditoFinanciamentoRefin.Consórcios

Demanda por crédito cai em janeiro - 24/02/2012

A demanda por crédito pelos consumidores brasileiros teve queda de 8,2% em janeiro


por Marco Henrique Torres

A demanda por crédito pelos consumidores brasileiros teve queda de 8,2% em janeiro segundo o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito. Se comparado com o mesmo mês de 2011, a procura foi 6,11% menor.

Foi nas camadas mais inferiores de rendimento mensal que se percebeu a maior queda na demanda, chegando a 9,1% para pessoas cujo rendimento mensal está abaixo de R$ 500,00. Para a camada com rendimento entre R$ 500,00, a queda foi de 9%. Entre os consumidores com renda superior, entre R$ 5.000,00 e R$ 10.000,00, foi percebida queda mais branda, de 6,4%. Para os que ganham mais de R$ 10.000,00 a queda foi de 5,8%.

A queda foi percebida em todas as regiões do Brasil no mês de janeiro/2012. A maior foi percebida no Sudeste, com demanda por crédito 11% menor. A menor retração foi observada no Nordeste, com 2,5%.

Segundo especialistas da Serasa o crescimento da inadimplência no ano de 2011 levou consumidores a priorizarem o pagamento de dívidas e não adquirirem novos débitos que pudessem pesar no orçamento das famílias. Essa foi uma tendência dos últimos meses que se repetiu no primeiro mês de 2012. Especialistas acreditam em um aumento da demanda para os próximos meses devido à política do governo de baixar os juros para aumentar o consumo.

Entre os principais tipos de crédito ao consumidor estão o CDC, o empréstimo pessoal e o crédito consignado. Os últimos anos viram números crescentes em termos de crédito ao consumidor no Brasil.


» Voltar

Outros Temas


Brasil