O CredifilEmpréstimosCartão de CréditoCréditoFinanciamentoRefin.Consórcios

Juros do crédito pessoal sobem em janeiro - 29/02/2012

O Banco Central do Brasil divulgou na terça-feira que os juros do crédito pessoal subiram no mês de janeiro, contrariando previsões de queda


por Marco Henrique Torres

O Banco Central do Brasil divulgou na terça-feira que os juros do crédito pessoal subiram no mês de janeiro, contrariando previsões de queda. Já os juros do cheque especial apresentaram queda, mas continuam sendo a linha de crédito mais cara oferecida por instituições financeiras. As taxa de juros média subiu de 41,4% em dezembro para 42,7% em janeiro de 2012.

Enquanto os juros e a inadimplência para as famílias continuam altos, a inadimplência empresarial apresentou queda em janeiro de 2012 se comparado com o mês anterior. É o menor nível de endividamento desde o começo de 2010.

Outra área analisada pelo Banco Central foi o financiamento imobiliário, que apresenta sinais de aquecimento. O financiamento para habitação, incluindo FGTS e poupança, apresentou aumento de 2,7% em janeiro em relação ao mês anterior. Já a relação crédito/PIB (soma das riquezas produzidas no Brasil) teve ligeira baixa, de 49,1% para 48,8%.

Apesar do aumento, a tendência é de que os juros do crédito pessoal sofram queda em 2012. Isso porque o Banco Central vem adotando política de queda dos juros básicos da economia, diminuindo assim o preço de captação de recursos pelos bancos. Se os bancos conseguem dinheiro mais barato, a tendência é que diminuam também suas taxas de juros.

A Consultoria Tendências, especialista em projeção de juros no mercado financeiro, projeta queda nos juros no crédito pessoal, mas também em outras linhas de crédito. Entre elas está o cheque especial, o crédito para aquisição de veículos e o crédito imobiliário. O crédito para aquisição de outros bens deve subir, segundo a consultoria.
» Voltar

Outros Temas


Brasil